Search

Piercings Orais


O que são piercings orais?


Os piercings orais são piercings localizados na língua, lábios ou bochechas. Nos últimos anos, os piercings orais tornaram-se numa forma de autoexpressão. Tal como acontece com os piercings nas orelhas, as jóias de metal usadas nos piercings orais podem ser encontradas em diferentes estilos, incluindo tachas, halteres e anéis. Contudo, fazer um piercing na língua, lábios ou bochechas tem mais riscos associados do que fazer um piercing nas orelhas. Antes de fazer um piercing em qualquer zona da boca, aconselhe-se com o seu dentista.


Quais são os riscos associados aos piercings orais?


Pode não estar ciente dos potenciais efeitos colaterais dos piercings orais, tais como:


Infeção: as nossas bocas contêm milhões de bactérias, que podem resultar em infeção após um piercing oral. Mover as jóias depois de colocadas na boca aumenta também as probabilidades de ter uma infeção.


Sangramento prolongado: se um vaso sanguíneo for perfurado pela agulha enquanto está a fazer o piercing, pode ser difícil de controlar o sangramento e resultar numa grave perda de sangue.


Dor e inchaço: dor e inchaço são sintomas comuns depois de fazer piercings orais. Em casos extremos, uma língua gravemente inchada pode fechar as vias respiratórias e restringir a respiração.


Dentes lascados ou rachados: o contacto com joias orais pode fraturar os dentes. Os dentes que têm restaurações, como por exemplo coroas, podem ser também danificados se as jóias os atingirem.


Ferimento nas gengivas: As jóias de metal podem não só ferir o tecido gengival macio, como também causar retração gengival.


Interferência com a função oral normal: As jóias na boca podem causar fluxo excessivo de saliva, impedir a capacidade de pronunciar as palavras corretamente e causar problemas ao mastigar e engolir.


Doenças transmissíveis pelo sangue: Os piercings orais foram identificados pelos Institutos Nacionais da Saúde como um possível transmissor das hepatites B, C, D e G.


Endocardite: Os piercings orais têm o risco de provocar uma endocardite, uma inflamação nas válvulas ou tecidos do coração. A ferida criada pelo piercing oral facilita a formação de bactérias na boca que entram na corrente sanguínea e podem viajar para o coração.


Quanto tempo duram os piercings orais?


Desde que não ocorram infeções na boca e os piercings orais não interfiram com o funcionamento normal, podem ficar na boca indefinidamente. Assegure-se apenas que visita o seu dentista ao primeiro sinal de dor ou problemas, para além das consultas de rotina. Devido ao risco envolvido, mesmo após a ferida inicial ter cicatrizado,como danificar os dentes ou jóias que se soltam e são ingeridas, a opção mais segura é evitar os piercings orais.


Fonte: Colgate

24 views0 comments

Recent Posts

See All